Por que oferecer cursos livres e profissionalizantes?

Por que oferecer cursos livres e profissionalizantes?

Por que oferecer cursos livres e profissionalizantes? 1920 1080 Play Educação

Se você pensa em abrir uma escola ou oferecer cursos, leia esse artigo que preparamos para você conhecer as vantagens e desvantagens de trabalhar com cursos livres e profissionalizantes.

É importante que empreendedores na área de educação e gestores de escola entendam os benefícios que esse formato de curso traz tanto para o seu negócio, quanto para os estudantes e a sociedade.

Então vamos lá. Você sabia que, no Brasil, cerca de 82% dos jovens entre 18 e 24 não chegam a se matricular em uma faculdade? Pois é o que diz o Censo da Educação Superior de 2017, divulgado pelo MEC (Ministério da Educação).

Esse número é muito alto e indica que o acesso ao ensino superior ainda é bastante restrito. Mas, o que isso tem a ver com ensino profissionalizante?

Tem a ver que, de uma forma ou de outra, os jovens precisam se capacitar para conquistar um emprego, pois o mercado de trabalho está cada vez mais competitivo e, além disso, se recuperando. Nesse sentido, os cursos livres e profissionalizantes podem suprir a demanda dos jovens por qualificação de uma forma mais rápida, prática e realista.

A seguir, você confere as principais vantagens dessa modalidade:

  • Foco no mercado de trabalho

A grande vantagem de um curso profissionalizante é que ele é totalmente voltado para o mercado de trabalho. Ele é pensado para atender a uma demanda já existente e para capacitar o profissional de uma forma prática e rápida.

Assim, ele pode qualificar o aluno tanto para uma atividade específica – como mecânica de motos, ou robótica – como para o desenvolvimento de capacidades mais amplas e polivalentes – como empreendedorismo e gestão de pessoas.

  • Custo acessível

Por se tratar de um curso mais rápido e com carga horária menor do que os cursos técnicos e de graduação, o curso profissionalizante oferece a vantagem de ter um custo de investimento menor.

A duração do curso depende da área, mas pode variar de algumas semanas até mais de um ano.

  • Flexibilidade de horários

Outro benefício de optar por um curso profissionalizante é a possibilidade que ele te dá de conciliar os horários com o estudo escolar normal ou outras atividades do dia a dia.

A boa flexibilidade no horário das aulas permite que o aluno se dedique à sua formação profissional sem deixar de cumprir suas obrigações em outras áreas.

  • Aulas dinâmicas

Devido à sua praticidade, a metodologia de um curso profissionalizante tende a proporcionar aulas mais dinâmicas e interativas, o que favorece a aprendizagem do aluno.

Também é comum a utilização de recursos tecnológicos, o que aumenta o seu interesse pelas aulas e favorece a assimilação do conteúdo.

 

São indicados para quem?

Cursos profissionalizantes são indicados tanto para os jovens que estão cursando ou já concluíram o ensino médio, como para os profissionais que já estão empregados.

Ou seja, servem tanto para quem precisa conseguir um emprego rápido, quanto para quem quer se atualizar sobre as novidades do mercado de trabalho, sejam elas devidas à tecnologia ou às capacidades que passam a ser mais valorizadas pelas empresas. Além disso, também é recomendado, por exemplo, para profissionais que mudaram de área e precisam adquirir conhecimentos específicos sem perder muito tempo fazendo uma nova graduação.

 

Ensino Técnico ou Educação Profissional?

Muitas vezes, o empreendedor se pergunta se deve investir em um curso técnico ou profissionalizante. A seguir, você confere algumas vantagens e desvantagens dessas modalidades. A principal diferença é que enquanto o técnico é regulamentado pelo MEC, o profissionalizante não segue uma regulamentação específica. Por isso também, ele é chamado de curso livre.

Ser regulamentado, nesse caso, quer dizer cumprir uma carga horária, seguir um eixo temático e solicitar autorização junto ao MEC. Já as escolas de cursos livres ou profissionalizantes não precisam da autorização do MEC.

É importante saber que uma escola pode oferecer os dois tipos de curso, desde que respeite as exigências características de cada modalidade.

Diploma X Certificado

Um ponto importante é que algumas profissões exigem uma qualificação técnica para serem exercidas e os cursos livres não podem emitir esse título, apenas um certificado de participação.

Carga horária

Outro ponto é que, normalmente, os cursos técnicos duram cerca de 2 anos, enquanto os cursos livres podem ter a carga horária que for. Ela pode ser bem curta, de 8 horas, e até ultrapassar as 200 horas, por exemplo.

Cenário positivo

Nos próximos anos, tudo indica que o Brasil vai continuar oferecendo grandes oportunidades para quem pretende investir em educação profissional. Não foi a toa que o Sebrae destacou a categoria “Treinamento e Desenvolvimento Profissional” entre os negócios mais promissores de 2019 e a expansão do setor de Serviços na área da Educação.

Então, se você tem interesse em atuar na área de educação, procure se manter informado e conhecer os desafios, as vantagens e os benefícios do ensino profissionalizante no Brasil.

Raphael Gois

Especialista em Franchising. Artista Plástico, Formado em Propaganda e Marketing. É Designer Gráfico e atua como Gerente Nacional de Marketing da Maior Rede de Sistema de Ensino, a Evolua Educação. Cursou o Programa de Especialização para Executivos em Franchising, no Franchise College, atualmente, exerce a função de Diretor na Pixie Comunicação, uma Agência de Publicidade Especialista em Franquias.

Raphael Gois

Assine nossa News!

Franqueadora Play Nordeste:
R Trinta de Outubro, 85 – Centro – Arapiraca, AL CEP: 57300-380

Franqueadora Play Sudeste:
R José Rodrigues Palhares, 312 – Centro – Santa Rita do Passa Quatro, SP CEP 13670-000

Tel: (82) 3521-2720
E-mail: [email protected]

Play Sudeste:
Tel: (19) 3584-6229 ou (16) 99644-3978

Todos os Direitos Reservados – Pixie Comunicação 2019